lampada-de-led-em-condominios

Lâmpada de LED em condomínios

Analise a possibilidade de substituir as lâmpadas pelo LED

Lâmpadas de LED trazem a possibilidade de economizar e reduzir custos na conta de energia tem motivado inúmeros condomínios a fazerem a substituição das lâmpadas incandescentes/fluorescentes pela lâmpada de LED. Segundo especialistas o uso do LED pode reduzir em mais de 50% a conta de energia do condomínio, ainda assim, muitos resistem em efetuar a substituição, isso por que o custo de uma lâmpada de LED pode ser até 5X maior que o preço de uma lâmpada fluorescente comum.

É comum surgir uma certa confusão entre as lâmpadas de LED e as fluorescentes, isso por que antigamente eram mais comum a escolha se dividir entre as lâmpadas amareladas (incandescentes) ou as brancas (fluorescentes) a tecnologia foi evoluindo surgiram novas opções, formatos e modelos de iluminação.

Lâmpadas de LED ou fluorescentes? Quais as vantagens e características de cada tipo.

Mas afinal o que é LED? Qual a diferença entre a lâmpada fluorescente e de LED?

A sigla LED significa para Light Emitting Diode, que significa “diodo emissor de luz”. Consiste numa tecnologia de condução de luz, a partir da energia elétrica, essa transformação é diferente da realizada nas demais lâmpadas que usam filamentos metálicos e descargas de gases. O LED é uma tecnologia que tem a função de emitir luz em locais e instrumentos, como lâmpadas, lanternas, sendo comum encontrarmos essa iluminação em TVs e telas de celulares

Qual a diferença entre a lâmpada fluorescente e de LED?

A lâmpada fluorescente é mais econômica que a incandescente , a versão de 15W ilumina igual a de 60W incandescente, ela possui preço maior , mas somado a sua economia a longo prazo, ela chega a ficar até três vezes mais barata. Apesar da economia esse tipo de lâmpada apresenta duas desvantagens:

Desvantagens da lâmpada fluorescente

  • Por possuir mercúrio no seu interior ela não pode ser jogada no lixo comum, tornando seu descarte mais difícil
  • Outra desvantagem é que lâmpadas fluorescentes emitem raios UV, prejudicando a pele e as plantas.
  • Tempo de vida útil 10 mil horas

LED: Vantagens da lâmpada

Já uma lâmpada LED de 10W ilumina tanto quanto a fluorescente de 15W ou uma incandescente de 60W – isto é, uma economia de quase 35% em relação à lâmpada fluorescente. E uma economia de 90% em relação à lâmpada incandescente. Essa opção possui preço superior às demais no entanto, devido ao seu uso se tornar cada vez mais comum, atualmente seu valor de mercado está mais acessível e, apesar do preço ser superior às demais , suas vantagens compensam ao final:

  • LED: Maior aproveitamento e duração
  • LED: Menor consumo de energia
  • LED: Baixa emissão de calor
  • LED: Vida útil maior que as demais, até 50 mil horas
  • LED: Pouca manutenção e baixo custo
  • LED: São sustentáveis

Com toda essa explicação você deve estar se perguntando:

É melhor comprar lâmpada LED ou comprar lâmpada fluorescente?

Duas coisas devem ser levadas em consideração ao comparar esses dois modelos, primeiro deve-se calcular a economia baseado na vida útil de cada produto e segundo calcular o quanto será gerado de economia na conta de luz, para isso simulamos o seguinte:

Cálculo de vida útil lâmpada fluorescente X lâmpada LED

Uma lâmpada fluorescente custa em média 12 reais e dura 8 mil horas, já o LED custa em média 25 reais com durabilidade de 25 mil horas, ou seja, para durabilidade de uma lâmpada de LED seriam necessárias 3 lâmpadas fluorescentes o que custaria 12x 3= 36 reais, ou seja 11 reais a mais que o custo da lâmpada de LED.

Outro cálculo deve ser levado em consideração que é o cálculo de economia na conta de luz.

Cálculo economia na conta de energia de lâmpada fluorescente X lâmpada LED

Para calcular essa economia existe uma fórmula:

Potência (W) x tempo de utilização diária (horas) x quantos dias no mês x preço da energia (quilowatts/hora) x quantidade de lâmpadas. Depois de multiplicar tudo, pegue o resultado e divida por 1.000. O resultado final é a média do gasto com iluminação no período que você informou nos cálculos.

Supondo que seu condomínio possua 100 lâmpadas que ficam ligadas 12 horas por dia durante um mês, nesse período, a tarifa de energia está cotada em R$ 0,60 o kWh, teríamos o seguinte cálculo a ser comparado:

  • Lâmpada fluorescente: 15 (Watt) x 12 (horas) x 30 (dias) x 0,60 (kWh) x 100 (total de lâmpadas do condomínio) = 30.240 / 1.000

= R$ 108,00 de gasto na conta mensal com lâmpadas fluorescentes.

  • Lâmpada de LED: 11 (Watt) x 12 (horas) x 30 (dias) x 0,60 (kWh) x 100 (total de lâmpadas do condomínio) = 22.176 / 1.000

 = R$ 79,20 de gasto na conta mensal com lâmpadas LED

Durante um ano seriam gastos 1296 reais em contas de luz com lâmpadas fluorescentes contra 950,40 com lâmpadas LED ou seja, em um ano a economia seria de 345,60 somente em contas de luz.

lampada_led_economia_calculo_descarte
Cálculo economia com troca de lâmpadas

Recomendamos a realização desses dois cálculos sempre que estiver com dúvida, pois eles ajudam comparar e verificar qual melhor opção para o seu condomínio contribuindo assim para realizar uma tomada de decisão segura e eficiente.

lampada_led_troca_economia_vantagens
LED: Troca de lâmpadas do condomínio

Substituição por lâmpadas de LED no condomínio economia

A médio e longo prazo a opção de LED tende a desbancar fortemente seu concorrente , porém é sabido que seu investimento inicial é alto, uma vez que seu custo é superior as demais lâmpadas, nem sempre o condomínio possui verba para realizar a substituição de imediato, a dica aqui é explorar modalidades diferentes de compra, por exemplo:

  • Compra gradual: Realizar a compra de acordo com a reserva do condomínio de forma gradual, aos poucos, dessa forma o impacto do investimento se molda a capacidade financeira do condomínio sem prejudicar ou comprometer seus recursos.
  • Compra por ambiente: Realizar compra escolhendo um ambiente por vez, o segredo é fazer o cálculo que ensinamos acima e ver qual ambiente deve ser priorizado a redução de custos, qual utiliza a luz por mais tempo e a quantidade de lâmpadas que cada ambiente exige, por exemplo garagens , portaria, corredores, escadas. A estratégia aqui é separar por ambientes e estudar qual deles deve receber prioridade na substituição.
  • Compra recorrentes: A administração do condomínio pode realizar acordo com os fornecedores para abastecimentos por período (mensal, semestral, anual), acordo assim tendem a aumentar as possibilidades de negociação.

Outro fator de grande importância e valia é estar atento no produto a ser adquirido, atributos como qualidade,  tempo de garantia e procedência legal devem ser analisados a fundo para o investimento não virar dor de cabeça mais tarde.

Descarte correto de lâmpadas do condomínio

O descarte das lâmpadas que não serão mais utilizadas devem ser efetuados de maneira correta, as lâmpadas não podem ser descartadas na lixeira comum , pois contém resíduos tóxicos e se misturados com lixos comuns podem causar graves contaminações na água e no solo, comprometendo o meio ambiente e nossa saúde, além dos resíduos tóxicos, seus fragmentos podem se quebrar, machucando e infectando pessoas que manuseiam o lixo.

O impacto de um descarte errado é tão alto que uma lâmpada fluorescente de 32 watts tem potencial para poluir 30 mil litros de água. Seja responsável e separe as lâmpadas não utilizadas corretamente. Você pode acionar a prefeitura de sua cidade para ver como funciona o processo de descarte de resíduos tóxicos.

Na cidade de Curitiba por exemplo, a coleta de lixo tóxico acontece periodicamente, um caminhão de lixo faz rodízio entre os terminais da cidade coletando lâmpadas, pilhas, baterias e outros resíduos. Para mais informações consulte o número da prefeitura de Curitiba 156 ou acesse o site da prefeitura.

Segundo dados recentes, das 290 milhões de unidades vendidas por ano no Brasil, aproximadamente 95% são descartadas de forma inadequada, por isso considere o descarte de lâmpadas uma etapa importante durante o processo de substituição por lâmpadas de LED,  oriente seu condomínio a fazer tudo corretamente com responsabilidade.

Conclusão: Sobre as lâmpadas de LED no condomínio

São várias questões a serem analisadas antes de tomar qualquer decisão, além do mais lâmpadas de LED tendem a proporcionar outros benefícios ao condomínio além da economia nos custos, elas colaboram para a climatização, pois aquecem menos o ambiente, reduzem os gastos com manutenção e trocas, possuem maior facilidade de instalação pois, adaptam bem aos soquetes já existentes na maioria dos condomínios, proporcionam maior iluminação nos locais devido a sua potência, sem contar que não emitem raios UV e IV , são ecologicamente sustentáveis não possuindo gases e materiais altamente tóxicos.

Por tanto pondere todas as características desse tipo de lâmpada, realize todos os cálculos que mencionamos, para ver se a substituição de fato compensa e ao optar pela troca tenha em mente tudo o que envolve o processo, realize corretamente o descarte das lâmpadas e alinhe qual melhor estratégia o condomínio deve adotar para que o impacto deste investimento não prejudique as demais despesas e projetos.

A Noruega condomínios fornece aos seus clientes uma assessoria completa de redução de custos, realizando estudos específicos e focados na necessidade de cada condomínio, portanto conte conosco para encontrar a melhor solução para sua gestão de condomínio.

Conheça nossos serviços https://noruegacondominios.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.